Instrumentos Musicais

A identidade festiva e as histórias deste arquipélago atlântico estão refletidas no seu cancioneiro tradicional. As sonoridades do folclore fazem parte do quotidiano destas ilhas há muito tempo. Como tal, os típicos instrumentos musicais da Madeira são peças de grande importância na História e na cultura da região.

A história dos instrumentos musicais da Madeira leva-nos aos primórdios do processo de colonização deste território insular. Estima-se que a braguinha, a título de exemplo, tenha sido introduzida na região pelos primeiros povoadores portugueses. Trata-se de uma pequena guitarra de quatro cordas, parecida com o cavaquinho, tendo uma sonoridade que se distingue pela sua alegria e graciosidade.

Mais tarde, já no século XIX, este instrumento foi levado por um emigrante madeirense para o Havai, onde fundou uma loja de música. Foi, depois, rebatizado de ‘ukulele’ (em português, “pulga saltitante”), tendo-se convertido num dos ícones daquele país e num dos instrumentos musicais mais conhecidos do mundo.

Apesar de este ser um dos mais populares instrumentos musicais da Madeira, existem outros com grande relevo. O rajão, por exemplo, pertence à classe dos cordofones, contando com cinco cordas. É o mais antigo a ser utilizado nas práticas musicais madeirenses. Por sua vez, também a viola de arame, que deu origem à viola brasileira, constitui um dos instrumentos tradicionais do arquipélago.

De notar que os três instrumentos musicais da Madeira referidos, são utilizados para acompanhar as típicas danças folclóricas regionais. No entanto, há um outro que nunca pode faltar nos momentos festivos: o famoso brinquinho. Utilizado para marcar o compasso das músicas folclóricas, tornou-se, pela sua peculiaridade e aspeto, num ícone indiscutível do arquipélago.
Este instrumento de percussão é muito conhecido na Região, tendo-se convertido num dos mais populares, também entre os turistas. É composto por uma cana-de-roca, de cerca de 70 cm, com um boneco de madeira na extremidade superior e, geralmente, duas rodas de bonecos em baixo. Estes bonecos, revestidos com trajes típicos madeirenses, contam com um par de caricas espalmadas nos pés e castanholas às costas. Assim, quando a cana é movida na vertical, produz-se o som.
Recorrendo sobretudo aos típicos instrumentos musicais da Madeira, são vários os géneros musicais tradicionais que marcam de modo incontornável a expressão cultural desta região. Além do mais célebre, o enérgico Bailinho da Madeira, importa destacar o charamba, a chamarrita, as mouriscas ou os inusitados despiques.
Keep in Touch
@visitmadeira
Subscreva e receba informações importantes sobre o seu destino de férias favorito.