Ponta de São Lourenço

O extremo mais oriental da ilha constitui um local de passagem obrigatória para qualquer pessoa que pretenda explorar os encantos da costa este madeirense. A Ponta de São Lourenço oferece um cenário único e imponente, com vistas panorâmicas sobre os lados norte e sul da ilha.


Esta península de origem vulcânica apresenta nove quilómetros de comprimento. No seu seguimento, encontram-se o Ilhéu do Desembarcadouro (ilhéu da Metade ou da Cevada) e o ilhéu do Farol (ilhéu da Ponta de São Lourenço ou de Fora). Em virtude do clima semiárido desta zona, bem como da sua exposição aos ventos do Norte, a vegetação é rasteira, sem árvores. O enquadramento paisagístico da Ponta de São Lourenço não podia, pois, ser mais contrastante com o resto da ilha.


Este local está classificado como Reserva Natural Parcial, atendendo à relevância do seu património ambiental. Aqui podem encontrar-se várias plantas raras e uma fauna diversificada, onde se incluem várias aves marinhas protegidas, como a cagarra ou a alma-negra. Com alguma pontaria, pode mesmo avistar-se lobos-marinhos.

A melhor forma de descobrir a riqueza natural e paisagística desta península é através da Vereda da Ponta de São Lourenço (PR8), um trilho com seis quilómetros (ida e volta).
Detalhes

Classificada como Reserva Natural Parcial, a Ponta de São Lourenço apresenta uma fauna e uma flora ricas. Esta península de origem vulcânica usufrui de uma paisagem surpreendente, marcada pelas arribas.

Keep in Touch
@visitmadeira
Subscreva e receba informações importantes sobre o seu destino de férias favorito.