Mercado dos Lavradores

A Madeira é célebre pelos seus produtos regionais de excelência, fruto em grande parte da extraordinária fertilidade dos solos aliada ao clima subtropical de que usufrui. O Mercado dos Lavradores, que ocupa um lugar destacado no centro do Funchal, pode ser definido como um museu-vivo onde o protagonismo é dado à frescura, à vivacidade e à tropicalidade dos sabores do arquipélago.


Este espaço comercial foi inaugurado no dia 24 de novembro de 1940. Desde aí, o Mercado dos Lavradores faz parte do quotidiano dos funchalenses. De igual forma, tornou-se num ponto de passagem obrigatória para os visitantes da ilha, que aqui mergulham numa atmosfera dominada pelo rebuliço e pela alegria.


O edifício, cujo projeto é da autoria de Edmundo Tavares, apresenta uma arquitetura típica do Estado Novo. A sua dimensão e posicionamento refletia desde logo a intenção de tornar o Mercado dos Lavradores no grande polo abastecedor da cidade. A fachada, a porta principal e a peixaria são ornamentadas por grandes painéis de azulejos, de 1940, da fábrica Faiança Battistini, de Maria de Portugal, pintados com temas regionais por João Rodrigues.


A panóplia de cores, de aromas, de gentes e de sabores que caracterizam este mercado da Madeira tornam-no singular. Descubra-o!

Detalhes

Inaugurado em 1949 no centro do Funchal, o Mercado dos Lavradores é o polo abastecedor da cidade. Encontre aqui os produtos frescos e tropicais mais célebres do arquipélago da Madeira.

Keep in Touch
@visitmadeira
Subscreva e receba informações importantes sobre o seu destino de férias favorito.